Nutrição

Nutrição e Alimentação

Dicas, orientação, receitas e como obter uma alimentação equilibrada e balanceada para correr mais e melhor.

186
Corrida - Nutricionista Isabel Dantas - 5 Dicas de Alimentação - Revista Correr

Dicas de Alimentação

Dicas de alimentação e hidratação no dia da corrida

Dicas de Alimentação – Não importa qual seja o seu objetivo, o plano alimentar sempre é a base de qualquer ganho. Manter um plano alimentar equilibrado é o segredo para ficar de bem com a balança e com a saúde, além de ser uma das bases da melhora de desempenho na corrida. Para quem pratica atividade física, a alimentação torna-se um dos fatores mais importantes para melhorar o desempenho. Principalmente na corrida de rua, que exige muita energia e condicionamento físico.

1 – Faça refeições mais leves no dia

Para não ter seu rendimento prejudicado enquanto corre, escolha alimentos leves, evitando comidas que não são bem digeridas como muita fibra, alimentos muito gordurosos ou em grandes volumes.

2 – Procure ingerir carboidrato em todas as suas refeições

Exemplos de carboidratos: pão, batata doce, aipim, inhame, arroz – preferencialmente junto com uma fonte de proteína: carne, ovo ou produtos lácteos (iogurtes, queijos magros, leite).

3 – Duas horas antes da competição

Faça uma refeição menos volumosa, com pouca gordura e proteína e com mais carboidrato. Se preferir, pode ainda comer uma fonte de carboidrato de fácil digestão uma hora antes do treino (como uma banana ou um suplemento com carboidrato ou uma barrinha de proteína) – o importante aqui é que seja com volume pequeno e de fácil digestão, nada de gorduras.

4 – Não teste um alimento ou suplemento novo em dias de corridas importantes (competição)

Consuma o que já estiver acostumado para evitar complicações e reações indesejadas e deixe para testar novas escolhas em dias que não há treino.

5 – Procure se hidratar bastante

Nutricionista Isabel Dantas - Dicas de AlimentaçãoNo dia da prova, hidrate-se com água e sucos de frutas naturais (pelo menos até 2 horas antes da mesma em volumes maiores, a partir daí comece a se hidratar em pequenos volumes).

O cuidado com a alimentação é essencial quando um corredor pretende atingir o máximo rendimento desportivo. As estratégias utilizadas para esse fim são cada vez mais específicas, mais adaptadas e mais minuciosas por forma a garantir o melhor e mais eficaz suporte nutricional de acordo com as necessidades e objetivos individuais de cada atleta.

Adote essas dicas e viva de forma mais
equilibrada e saudável!

Isabel Dantas é nutricionista clínica e esportiva

 

3369
Sódio Exercício Físico - Corrida Revista Correr

Sódio e exercício Físico

Sódio – É sabido que 100 mg de sal de cozinha contém aproximadamente 40 mg de Sódio além de outros micronutrientes

SÓDIO – Atualmente há uma preocupação excessiva com a ingestão de sódio por grande parte da população contemporânea. Afinal, seria este nutriente um aliado ou um inimigo para as pessoas em geral?

Em primeiro lugar, algo interessante de salientar seria que o sal de cozinha, alimento este utilizado para temperar os alimentos, é diferente de Sódio (Íon Na+). É sabido que 100 mg de sal de cozinha contém aproximadamente 40 mg de Sódio além de outros micronutrientes como Potássio (Íon K+) e Cálcio (Íon Ca2+). Por outro lado, o sal do Himalaia, também conhecido como sal rosa, além de deter uma menor concentração de Sódio em sua composição (aproximadamente 23 mg em 100 mg do produto), possui uma grande variedade de minerais em virtude de não passar por um processo de refinamento igual ao sal de cozinha.

Segundo o Institute of Medicine (IOM), a recomendação diária ideal para ingestão de Sódio pode variar de 1 a 1,5g, tendo como limite superior 2,3g de acordo com as faixas etárias. Níveis superiores a estes valores podem ocasionar aumento da pressão arterial sistêmica, fato este que explica o menor consumo deste nutriente por indivíduos hipertensos, aumento da retenção hídrica e sobrecarga renal. Para tanto, é de extrema valia evitar ingerir alimentos industrializados e/ou nas versões lights em demasia pelo fato destes exemplos conterem, via de regra, altas concentrações de Sódio em suas composições.

Pensando na prática de exercício físico de longa duração (acima de 60 minutos), é comum que os atletas, seja a nível profissional ou amador, percam eletrólitos através da sudorese com intuito de resfriar a temperatura corporal para manter a homeostase. Normalmente, perde-se por volta de 1 litro de suor por hora de exercício com a concentração de 40 a 75 mmol/L de Sódio.

Caso esta perda reduza significantemente os níveis de sódio no sangue, pode-se desencadear um processo denominado hiponatremia, que é caracterizado pela diminuição anormal na concentração sanguínea deste nutriente (< 135 mmol/L) e que possui como consequência confusões, queda do rendimento, vômitos, distúrbios gastrointestinais e em casos mais severos até a morte.

Para evitar este quadro, é necessário que o atleta esteja devidamente hidratado segundo as recomendações prescritas pela literatura:
  • Ingestão de 500 ml de água nas 2 horas antecedentes ao início da atividade
  • Ingestão de 100 a 200 ml de água a cada 20 – 30 minutos de atividade
  • Ingestão em média de 500 a 1000 ml de água logo após o término da atividade

Alsal himalaia - revista correrém disso, recomenda-se adicionar aproximadamente 0,5 a 0,7g de Sódio por litro de água para repor a perda deste nutriente ocasionada pelo suor. Hoje em dia, existem no mercado diversos suplementos alimentares que contenham eletrólitos e carboidratos, nutriente este já abordado na última edição da revista, para otimizar o desempenho dos praticantes de endurance.

Existem pastilhas de reposição de eletrólitos que devem ser utilizadas com cautela e em situações especiais, visto que uma alta concentração de Sódio no sangue também pode desencadear um processo nocivo ao organismo denominado Hipernatremia (> 145 mmol/L). Para tanto, procure seu nutricionista para que ele possa adequar e prescrever os suplementos de acordo com sua necessidade fisiológica.

Suplemento Esportivo Gabriel Franco Revista Correr Corrida


Gabriel Silveira Franco
é formado em
Educação Física pela USP,
Nutrição pela UNAERP
e Mestre em
Ciências Médicas pela FMRP.
Atua como personal trainer
e nutricionista clínico
com ênfase em esporte.

gabriel_franco85@hotmail.com

Matéria extraída da Revista Correr

Leia mais:

 

 

 

3013
glutamina suplemento corrida revista correr

GLUTAMINA, saúde muscular e imunológica

A glutamina é um dos 20 aminoácidos existentes, os quais são muito importantes na dieta do atleta

A indústria de suplementos alimentares vem investindo cada vez mais em produtos para proporcionar um melhor desempenho esportivo para os corredores. Não são poucos os produtos disponíveis e é sempre difícil identificar quais deles realmente podem oferecer benefícios consistentes. Dentre eles, a glutamina tem se tornado cada vez mais comum na rotina suplementar daqueles que fazem da corrida seu esporte oficial.

Quais benefícios a glutamina pode oferecer?
Há contraindicações? Como consumir?

A glutamina é um dos 20 aminoácidos existentes, os quais são muito importantes na dieta do corredor. Eles constituem a menor unidade na composição de uma proteína e são classificados em dois grupos: não essenciais, por serem produzidos pelo próprio organismo, e essenciais, obtidos pelo consumo de alimentos.
Não é considerado um aminoácido essencial, pois pode ser produzida pelo próprio corpo a partir de outros aminoácidos. No entanto, mesmo sendo produzida pelo corpo, deve ser um nutriente de atenção na dieta do praticante de corrida, já que, durante períodos de alto treinamento, a produção corporal desse aminoácido pode não suprir a demanda exigida pelo organismo, estabelecendo um quadro de deficiência. Por essa razão, a literatura científica reclassificou esse aminoácido como “condicionalmente essencial”.

A glutamina está envolvida em diferentes funções como recuperação muscular e fortalecimento da saúde imunológica do atleta. Em condições normais, é o aminoácido livre mais abundante no sangue e no tecido muscular, representando cerca de 20% do total de aminoácidos livres presentes em nossa corrente sanguínea. No entanto, em situações de elevado catabolismo muscular, como treinos intensos e provas longas, a concentração de glutamina pode tornar-se reduzida, com queda de até 50%. A menor disponibilidade desse aminoácido, pós-exercício, pode diminuir a recuperação muscular, favorecer a queda da imunidade e, consequentemente, o aparecimento de infecções, especialmente do trato respiratório.

O corredor deve manter uma alimentação balanceada de forma a garantir que todos os nutrientes sejam oferecidos via alimentar. Sendo assim, para assegurar que o consumo desse importante aminoácido está adequado, mantenha em sua dieta alimentos como carnes, ovos, derivados de leite e soja, salvo contraindicação anterior.

Em casos de deficiência ou na presença de sinais clínicos, como fadiga, dor muscular persistente, aumento de infecções e suspeita de overtraining, a suplementação de glutamina é um recurso possível para a reversão do quadro e melhora do desempenho do atleta.

Além disso, a necessidade de suplementação é determinada pela intensidade e duração dos treinos e provas. Quanto mais intensa e longa, maior a indicação de ergogênicos nutricionais, como a glutamina e carboidratos.

Especialmente em maratonistas, a diminuição severa das concentrações de carboidrato, aumenta a circulação de hormônios de estresse no organismo e provoca maiores taxas de disfunções imunológicas, como o aumento da concentração de marcadores pró-inflamatórios, por exemplo, os linfócitos T. Nesse quadro, a estratégia nutricional de suplementação de glutamina modula a resposta hormonal, reverte o quadro da inflamação e atua como um importante agente anti-inflamatório.

No momento da suplementação, há também diferenças importantes entre homens e mulheres. Os estudos demonstram que a concentração de glutamina, após intensos treinos ou provas, é menor em homens do que em mulheres. Isso se deve à melhor capacidade que nós, representantes do sexo feminino, temos de estocar amônia e, consequentemente, sintetizar glutamina. Dessa forma, mulheres podem não obter o mesmo grau de benefícios da suplementação como os homens.

BENEFÍCIOS

  • Ação anticatabólica, ou seja, favorece a manutenção muscular
  • Importante repositor de energia em provas de longa duração
  • Auxilia a remoção de metabólitos produzidos durante treinos intensos, como a amônia
  • Fortalece o sistema imunológico do corredor no período de 3 a 72 horas após uma sessão intensa de exercícios
  • Reduz o risco de lesões
  • Diminui a incidência de overtraining
  • Fortalece a saúde intestinal
Contraindicações
Pacientes diabéticos não devem consumir sem prescrição por nutricionista ou médica, já que a glutamina pode favorecer o aumento do açúcar na corrente sanguínea.
Efeitos adversos do consumo
Não há efeitos relatados na literatura.
Doses e modo de consumo
O momento do consumo deverá levar em conta o objetivo do atleta, seja visando recuperação muscular ou melhora da função imunológica.
As doses sugeridas variam de 5 a 20 gramas por dia.

A suplementação deve ser indicada por profissional nutricionista ou médico, levando em conta as necessidades individuais, ingestão alimentar, atividade física e fases do treinamento. Utilizar suplemento sem indicação pode fazer mal à saúde.

Andreia Bim Glutamina Revista Correr

 

Por Andréia Bim
andreiacbim@gmail.com

Andréia Bim é
Nutricionista Clínica formada
pela Faculdade de Medicina
de Ribeirão Preto da
Universidade de São Paulo
(FMRP/USP).

 

 

LEIA MAIS…
Artigo extraído da Revista Correr (abr-mai/16)

 

 

 

543
Suplemento Carboidrato Endurance Revista Correr Corrida

Aprenda a fazer do suplemento esportivo o seu aliado

O uso do carboidrato (suplemento esportivo) durante exercícios de endurance proporciona melhora no rendimento, mantêm os níveis de glicose circulantes e poupa os estoques de glicogênio.

Suplemento esportivo por Gabriel Franco – gabriel_franco85@hotmail.co

A título de curiosidade e para contextualizar o tema que será abordado, é interessante mencionar uma definição proposta pelo Ministério da Saúde que conceitua suplementos alimentares como alimentos que contêm nutrientes específicos utilizados para complementar a dieta diária de uma pessoa que possui uma ingestão insuficiente pela dificuldade de se alimentar ou pela alta demanda energética. Diante disto, seriam os suplementos alimentares específicos para atletas profissionais? Há idade mínima para iniciar com a suplementação esportiva?

Aprenda como e quando utilizar para que eles possam se tornar aliados na prática esportiva.
O mercado de suplementos alimentares vem crescendo exponencialmente nos últimos anos, de acordo com a demanda da sociedade por produtos que aumentam o rendimento desportivo ou até mesmo resultam na perda de peso.

Todavia, se esses produtos não forem utilizados corretamente e com a ajuda de um profissional, nem sempre o resultado esperado poderá ser alcançado.

Pensando nos momentos que antecedem o início da corrida, a melhor opção para fornecimento de energia durante o exercício seria a alimentação, que deve ser composta prioritariamente por carboidratos complexos e uma baixa à moderada quantidade de proteínas de fácil digestão. Neste instante, a suplementação esportiva seria válida apenas se o indivíduo não conseguisse se alimentar de maneira adequada e/ou se não tivesse tempo hábil para realizar a última refeição antes do início da atividade.

Ao se tratar de exercícios de endurance, como as corridas de longa duração (com 60 minutos ou mais), há um consenso na literatura que suplementação com carboidratos durante a atividade proporciona melhora no rendimento desportivo principalmente por manter os níveis de glicose circulantes ótimos e por poupar os estoques deste nutriente (glicogênio hepático e muscular) para situações específicas, como por exemplo, nos sprints finais durante uma maratona, longos passeios de bicicleta ou outras provas com 1 hora ou mais.

Suplemento Esportivo Ciclismo Revista Correr Corrida

COMO UTILIZAR

Recomenda-se a ingestão de 30 a 60 gramas de carboidrato para cada hora de atividade, sendo que a ingestão deve ser fracionada a cada 20 minutos desde o início do exercício. Dentre as diversas opções de suplementos a base de carboidrato no mercado, a maltodextrina seria uma ótima alternativa para ser utilizada nestas provas de endurance.

Ela é comercializada em pó, que deve ser diluída em água mineral, ou em géis esportivos. A primeira opção possui uma absorção mais rápida, mas tem como empecilho para alguns a dificuldade de transportar consigo este suplemento pronto para o consumo durante as corridas.

Por outro lado, os géis são mais práticos para serem transportados, porém necessitam da ingestão de água para facilitar a absorção. Em algumas situações, combinar os suplementos a base de carboidratos com eletrólitos se faz necessário para preservar o bom funcionamento do organismo visto que há uma perda significativa de sais minerais pela sudorese.

Por fim, um momento que normalmente é negligenciado por diversos atletas, seja amadores ou até mesmo profissionais, são os instantes logo após o término do exercício. Para que ocorra a reparação tecidual e a estocagem das reservas de glicose é necessária uma alimentação baseada em carboidratos simples e proteínas de fácil digestão. Devido à falta de apetite que acomete grande parte dos indivíduos em função do exercício físico extenuante, a suplementação composta com Dextrose (carboidrato de rápida absorção) e Whey Protein se torna uma alternativa muito pertinente.

De maneira geral, não há uma idade mínima para usufruir dos benefícios proporcionados pela suplementação esportiva e ela pode ser usada em qualquer nível de condicionamento desde que haja necessidade. Entretanto, o nutricionista será o profissional responsável para averiguar cada caso individualmente e ajudar a evitar o indiscriminado, que poderia vir a causar algum efeito colateral.

ENDURANCE

Recomenda-se a ingestão de 30 a 60 gramas de carboidrato para cada hora de atividade, sendo que a ingestão deve ser fracionada a cada 20 minutos desde o início do exercício.

Suplemento Esportivo Gabriel Franco Revista Correr Corrida

Gabriel Silveira Franco
é formado em
Educação Física pela USP,
Nutrição pela UNAERP
e Mestre em
Ciências Médicas pela FMRP.
Atua como personal trainer
e nutricionista clínico
com ênfase em esporte.

 

Matéria extraída da Revista Correr (fev-mar/16) – páginas 14 e 15.

Leia mais dessa edição:

 

 

 

426

Sábado é dia de Feira de Orgânicos e Naturais no RibeirãoShopping

Edição deste sábado terá apresentação musical e uma nova barraca, da Embrapa; evento é realizado das 10h às 14h no estacionamento em frente à Renner

Sábado próximo (30/01) é dia de Feira de Produtos Naturais e Orgânicos no RibeirãoShopping. A partir de 2016, o evento passa a ser realizado duas vezes por mês  – no segundo e no último sábado – em novo horário e local: das 10h às 14h no estacionamento em frente à loja Renner.

A edição deste final de semana está com novidades e uma programação especial. A partir das 10h30, o músico Diego Wilxenski fará uma apresentação de canções da MPB, instrumentais e Bossa Nova.

Haverá também sorteio de brindes para o público presente e os clientes poderão contar com um novo feirante: a Embrapa Multifrutos, que fará a apresentação de um novo produto para para produtores e consumidores – o maracujá Pérola do Cerrado, um maracujá doce e com alta produtividade.

Desde a sua implantação, em março de 2015, o evento vem ganhando adeptos e aproximando os produtores de orgânicos e saudáveis dos consumidores. O evento segue os moldes de um feira de rua, porém oferecendo ao público produtos naturais, orgânicos, saudáveis e funcionais direto dos produtores. Dentre os itens comercializados, destacam-se hortaliças, legumes, frutas, queijos e laticínios, sucos, cafés, cachaça, pães, bolos e tortas, doces, compotas, geleias, pimentas, ervas e temperos e grãos.

organicos-naturais-revista-correr

O mix inclui ainda produtos sem glúten, sem açúcar e zero lactose, entre outras especialidades, incluindo opções para consumo no local. Na maioria das barracas é possível degustar os produtos à venda.

A Feira de Produtos Orgânicos e Naturais é uma realização do RibeirãoShopping e Bee Cook Gastronomia e tem o apoio da CHF Painéis, Diário FM, Macboot e Ad Tech Comunicação Visual.

organicos-naturais-revista-correr

Confira a relação dos feirantes:

Experimente Mais (Ribeirão Preto – SP)
Homemade mix e produtos funcionais e vegetarianos para pronto consumo

Greg Gourmet (Ribeirão Preto – SP)
Couscous marroquino e alimentação fit

Gondwana (Brodowski – SP)
Produtos orgânicos de leite de búfala

Cícero Orgânicos (São Simão – SP)
Hortifruti orgânico

Luciana Orgânicos (Sta. Rosa de Viterbo – SP)
Hortifruti orgânico

Geni Orgânicos (Ribeirão Preto – SP)
Hortifruti orgânico

Duné Gastronomia (Ribeirão Preto – SP)
Empadão assado integral e pimentas sem conservantes

Sítio A Boa Terra (Itobi – SP)
Hortifrut orgânico (sítio de produção orgânica mais antigo na região)

Peratos (Ribeirão Preto – SP)
Iogurte grego artesanal

Apofran – Associação dos Produtores Orgânicos de Franca e Região
Feijão, frutas da época, hortaliças etc.

Terra Límpida (Cássia dos Coqueiros – SP)
Queijos artesanais italianos produzido no Brasil sem conservantes, corantes e aditivos químicos

Bee Cook (Ribeirão Preto)
Especiarias, ervas culinárias, mini hortas e orientação gastronômica

Brasil Caldo de Cana & Cia (Ribeirão Preto-SP)
Água de coco natural e garapa com sabores e detox para viagem e consumo no local

La Vanille (Jaboticabal – SP)
Pães e doces artesanais feitos com farinha francesa orgânica e algumas farinhas e sementes são trazidas de um moinho de pedra do Rio Grande do Sul

Café IAO (Franca-SP)
Café orgânico 100% arábica, produzido na região da Alta Mogiana, no interior do estado de São Paulo

Embrapa Multifrutos (SP)
Lançamento do maracujá Pérola do Cerrado – maracujá doce e com alta produtividade: apresentação do novo produto para produtores e consumidores

 

Informações via OPA Assessoria com as imagens de Tabata Barbosa

461

Feira de Orgânicos e Naturais do RibeirãoShopping retorna neste sábado (09/01) com novidades para 2016

Edições passam a ser realizadas duas vezes por mês, sempre no segundo e último sábados; evento ganha destaque com novo horário e local

A primeira edição de 2016 da Feira de Produtos Naturais e Orgânicos do RibeirãoShopping será realizada neste sábado (09/01) em novo horário e novo local: das 10h às 14h, no estacionamento em frente à loja Renner.

Desde a sua implantação, em março de 2015, o evento vem ganhando adeptos e aproximando os produtores de orgânicos e saudáveis dos consumidores. Com o sucesso do projeto, a Feira passará a ter duas edições mensais em 2016, sempre no segundo e no último sábados de cada mês.

O horário também foi modificado para atender um pedido dos próprios clientes e também para conciliar o funcionamento da Feira com o horário de funcionamento do shopping. A partir desta edição, a Feira começa às 10h e se estende até as 14h. O novo local, cujo acesso se dá pela avenida Cel. Fernando Ferreira Leite (Acesso 1), também dá mais visibilidade ao evento.

“A Feira tem tido a função didática de apresentar à população as qualidades dos alimentos orgânicos e incentivar hábitos de vida saudáveis”, destaca a curadora do projeto, Beatriz Nomellini. “É um projeto muito positivo para os produtores, que têm contato com um público diferente e também para a população, que tem acesso a itens mais frescos e com preços competitivos”, complementa a gastrônoma.

O evento segue os moldes de um feira de rua, porém oferecendo ao público produtos naturais, orgânicos, saudáveis e funcionais direto dos produtores. Dentre os itens comercializados, destacam-se hortaliças, legumes, frutas, queijos e laticínios, sucos, cafés, cachaça, pães, bolos e tortas, doces, compotas, geleias, pimentas, ervas e temperos e grãos.

O mix inclui ainda produtos sem glúten, sem açúcar e zero lactose, entre outras especialidades, incluindo opções para consumo no local. Na maioria das barracas é possível degustar os produtos à venda.

feira-organico-revista-correr

Confira a relação dos feirantes:

Mundo Verde (Ribeirão Preto – SP)
Produtos naturais e orgânicos

Experimente Mais (Ribeirão Preto – SP)
Homemade mix e produtos para pronto consumo funcionais e vegetarianos

Crumble (Ribeirão Preto – SP)
Produtos artesanais sem glúten e sem lactose

Greg Gourmet (Ribeirão Preto – SP)
Couscous marroquino

Gondwana (Brodowski – SP)
Produtos orgânicos de leite de búfala

Cícero Orgânicos (São Simão – SP)
Hortifruti orgânico

Luciana Orgânicos (Sta. Rosa de Viterbo – SP)
Hortifruti orgânico

Geni Orgânicos (Ribeirão Preto – SP)
Hortifruti orgânico

Duné Gastronomia (Ribeirão Preto – SP)
Empadão assado e pimentas sem conservantes

Peratos (Ribeirão Preto – SP)
Iogurte grego natural artesanal com fermentos diferenciados

Apofran – Associação dos Produtores Orgânicos de Franca e Região
Feijão, frutas da época, hortaliças, café etc

Terra Límpida (Cássia dos Coqueiros – SP)
Queijo artesanal italiano produzido no Brasil sem conservantes, corantes e aditivos químicos.

Bee Garden  (Ribeirão Preto)
Produtos diversos: mudas de ervas culinárias, pimenta, ecobags, aventais, cachaça, compotas e geleias artesanais, etc

Brasil Caldo de Cana & Cia (Ribeirão Preto-SP)
Água de coco natural e garapa com sabores e detox para viagem ou consumo no local

La Vanille (Jaboticabal – SP)

Pães e doces artesanais feitos com farinha francesa orgânica e algumas farinhas e sementes são trazidas de um moinho de pedra do Rio Grande do Sul

Café IAO (Franca-SP)
Café orgânico 100% arábica, produzido na região da Alta Mogiana, no interior do estado de São Paulo.

 

Informações via OPA Assessoria

 

766

Tecido adiposo marrom, a gordura do bem!

Nos dias de hoje cada vez mais pessoas estão buscando eliminar toda e qualquer gordura corporal, visto que a magreza passou a ser cultivada como um padrão de beleza. No entanto, é importante saber que nem toda gordura corporal é igual e algumas inclusive fazem bem a saúde.

No organismo o tecido adiposo é dividido entre tecido adiposo branco e o tecido adiposo marrom. A principal diferença entre esses tecidos está na característica do adipócito (célula que armazena gordura) que o constitui.

O tecido adiposo branco possui a função principal de armazenamento de energia, e por isso contém adipócitos brancos que, quando maduros, são células grandes que podem alterar acentuadamente seu tamanho conforme a quantidade de triglicerídeos (gorduras) acumulados. Quanto maior seu tamanho, mais inflamado é, e maior será a secreção de hormônios relacionados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e até alguns tipos de câncer.

gordura-correr-revista-2Em contrapartida, o tecido adiposo marrom apresenta adipócitos menores, que armazenam pouca gordura, e contém mitocôndrias (por isso a cor marrom). Assim, esse tecido tem como função principal a termogênese, ou seja, fazer com que o organismo gaste energia na forma de calor, para manter a temperatura corporal. Esse tecido é encontrado em grande quantidade em bebês para manter seus corpos aquecidos durante o sono. O tecido adiposo marrom produz substâncias anti-inflamatórias e hormônios que estão relacionados a melhora da sensibilidade a insulina e proteção cardiovascular.

Assim, o tecido adiposo marrom possui atividade oposta ao do tecido adiposo branco. Enquanto o marrom armazena pouca gordura, queima energia na forma de calor e produz substancias anti-inflamatórias, o branco estoca gordura e produz substâncias inflamatórias.

Alguns estudos têm observado que quanto maior o IMC (índice de massa corporal) menor é a quantidade de tecido adiposo marrom no organismo. Mas ainda não se sabe se ter boas quantidades de tecido adiposo marrom previne contra a obesidade (já que é um tecido termogênico) ou se a obesidade faz com que ocorra redução desse tecido, dificultando o emagrecimento.

No entanto, estudos preliminares apontam que estímulos como frio intenso e exercícios físicos podem deixar células adiposas brancas com características de células marrons. Assim, uma alimentação equilibrada associada a esses estímulos poderiam contribuir para a transformação de tecido adiposo branco em marrom e favorecer a saúde e quem sabe até proteger contra a obesidade ou ainda auxiliar no processo de emagrecimento.

Assim, não se preocupe tanto em reduzir os níveis de gordura corporal. Se preocupe em ter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios físicos. A associação desses, sem dúvida, é a melhor estratégia para manter o peso saudável e se prevenir de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, etc.

Artigo extraído do site da Nutratec

Leia mais…

A dieta do corredor – parte 1

A dieta do corredor – parte 2

1056
Vida saudável com saladas e molhos exclusivos

Alimentação saudável – cores, texturas e sabores – DELIVERY

borago-ribeirao-delivery-revista-correr
Ribeirão Preto – ligue: 16 3325-1444

O Boragó oferece uma alimentação saudável e cardápio único com opções variadas que atendem todos os tipos de públicos, incluindo vegetarianos e veganos.

Seus sanduíches são servidos com recheios e combinações e ingredientes de excelente qualidade, assim como as saladas, em que o cliente pode escolher os ingredientes que mais gosta.

Os grelhados são outra opção que pode acompanhar as refeições, além dos sucos naturais, duks de frutas (creme com iogurte natural) e o delicioso açai no bowl.

É o lugar ideal para quem aprecia cores, texturas e sabores juntos no mesmo prato.

Boragó Natural Fresh FoodBoragó Natural Fresh Food

Café da manhã

Confira aqui o cardápio completo

ONDE
Boragó Natural Fresh Food
Avenida Presidente Vargas, 101

QUANDO
De Segunda a Sábado das 8h às 23h
Aos Domingos das 16h às 23h.
Telefone: (16) 3325-1444

www.borago.com.br

494

Edição de dezembro da Feira de Orgânicos e Naturais no RibeirãoShopping será no próximo sábado

Excepcionalmente este mês, evento foi antecipado por conta das festas de Natal; evento volta em 2016 com edições quinzenais

Em função das festas de final de ano, a edição de dezembro da Feira de Produtos Naturais e Orgânicos do RibeirãoShopping, a última de 2015, foi antecipada para o dia 19 (3º sábado do mês).

O horário tradicional será mantido: das 8h às 12h. O evento é realizado no Boulevard do Setor Terra Vermelha (8ª Expansão), oferecendo ao público produtos naturais, saudáveis e funcionais direto dos produtores. E como de costume, haverá também distribuição gratuita de mudas de plantas.

Nos moldes de uma feira de rua, as barracas oferecem hortaliças, legumes, frutas, queijos e laticínios, sucos, cafés, cachaça, além de outras bebidas, pães, bolos e tortas, doces, compotas, geleias, pimentas, ervas e temperos, cafés e grãos, produtos sem glúten, sem açúcar e zero lactose, entre outras especialidades, incluindo opções para consumo no local. Na maioria das barracas, é possível degustar os produtos à venda.

Realizada desde março deste ano em edições mensais – sempre no último sábado do mês –, a Feira de Produtos Orgânicos e Naturais do RibeirãoShopping tem o objetivo de incentivar um estilo de vida mais saudável, oferecendo aos visitantes produtos especiais e de qualidade sempre frescos, direto de produtores de Ribeirão e região, com preço acessível.

organico-tabata-ribeirao-shoppingNovidade para 2016 – Em 2016, Feira de Produtos Orgânicos e Naturais do RibeirãoShopping passará a ser quinzenal. A partir de janeiro, as edições acontecerão no segundo e no quarto sábado do mês.

 

Confira a relação dos feirantes:

Gondwana (Brodowski – SP)
Produtos orgânicos de leite de búfala

Cícero Orgânicos (São Simão – SP)
Hortifruti orgânico

Sitio Ridelutha (Sta. Rosa de Viterbo – SP)
Hortifruti orgânico

Geni Orgânicos (Ribeirão Preto – SP)
Hortifruti orgânico

Duné Gastronomia (Ribeirão Preto – SP)
Empadão assado e pimentas sem conservantes

Peratos (Ribeirão Preto – SP)
Iogurte grego natural artesanal com fermentos diferenciados

Apofran – Associação dos Produtores Orgânicos de Franca e Região
Feijão, frutas da época, hortaliças, café etc

Terra Límpida (Cássia dos Coqueiros – SP)
Queijo artesanal italiano produzido no Brasil sem conservantes, corantes e aditivos químicos.

Bee Cook  (Ribeirão Preto)
Produtos diversos: pimenta, ecobags, aventais, cachaça, compotas e geleias artesanais, bolos sem glúten etc

Brasil Caldo de Cana & Cia (Ribeirão Preto-SP)
Água de coco natural e garapa com sabores e detox para viagem ou consumo no local

La Vanille (Jaboticabal – SP)
Pães e doces artesanais feitos com farinha francesa orgânica e algumas farinhas e sementes são trazidas de um moinho de pedra do Rio Grande do Sul

Café IAO (Franca-SP)
Café orgânico 100% arábica, produzido na região da Alta Mogiana, no interior do estado de São Paulo.

 

Informações: Opa Assessoria

Foto: Divulagação/Tábata Barbosa

609

whey nutratec revista correrWhey Protein ou Creatina para ganho de massa muscular? Os suplementos são bem conceituados pela literatura cientifica, ou seja, possuem comprovação cientifica da suas eficácias. São suplementos que agem de maneiras diferentes, mas que se complementam.

O whey protein é uma proteína rica em aminoácidos essenciais ao organismo, entre eles a leucina, o aminoácido relacionado diretamente com o estímulo a síntese proteica. Seu consumo associado à pratica de exercícios físicos estimula o ganho de massa muscular. Já a creatina é definida como uma substância ergogênica, ou seja, que aumenta a força e potencia muscular durantes os treinos. Com o aumento da força e potência musculares é possível progredir com as cargas, aumentando a intensidade dos treinos e contribuindo assim, para o aumento da hipertrofia muscular. Com ela você aumenta o estimulo de síntese, mas sem o consumo de nutrientes (proteínas e carboidratos) importantes para a formação dos músculos, nada será feito. Além disso, a creatina promove uma hiper-hidratação nas células musculares, sendo isso, um forte estímulo para a síntese de proteínas.

creatina nutratec revista correrAssim, não existe qual o melhor suplemento para o ganho de massa muscular. O que existe são suplementos que se complementam para aumentar o ganho de massa muscular. O whey protein e a creatina são exemplos de suplementos que se complementam e estimulam o ganho de massa muscular.

Um exemplo fácil para conseguir compreender melhor a função desses suplementos seria o seguinte: vamos pensar que você quer ganhar massa muscular. O ganho de massa seria a construção de uma casa. Os tijolos representariam os aminoácidos (vindo das proteínas do whey protein), o cimento seria os carboidratos (vindo de alimentos ou suplementos como maltodextrina), e a creatina seria o pedreiro que irá construir a casa. É nítido que para construir a casa você precisa dos tijolos, cimento e do pedreiro. Quanto mais eficiente for o pedreiro (creatina), mas rápido você vai conseguir construir sua casa. Mas sem os tijolos e cimento não será possível construir essa casa.

Assim, se seu objetivo é ganho de massa muscular experimente associar ao seu shake de proteínas os carboidratos e a creatina.

Extraído do site da Nutratec.

Notícias relacionadas…
A dieta do corredor – parte 1
A dieta do corredor – parte 2

 

 

502

Se você estava à procura de um superalimento para te ajudar com a resistência durante as corridas, seus problemas acabaram. A batata doce é repleta de nutrientes e vai te dar uma força quando for correr.

A batata-doce possui Vitamina A, que contribui para uma melhor visão e aumenta a resistência contra infecções. Possui Vitamina C, um poderoso antioxidante que combate o estresse e diminui o tempo de recuperação de algumas doenças.

E para quem vai correr, saiba que uma xícara de purê de batata doce fornece 58 gramas de carboidrato, excelente combustível pré-corrida, ou para os mais experientes, um excelente aliado em longas distâncias.

batata doce
Segundo a nutricionista Tatiana Zanin, um dos principais benefícios da batata doce é fornecer energia com carboidratos saudáveis, sem elevar muito o açúcar no sangue, por isso ela é uma excelente opção para quem corre, e em pequenas quantidades, para quem está fazendo dieta ou queira emagrecer.


000527 motivos para você aderir de
vez ao tubérculo Batata Doce

VITAMINA B6 – mantém saudável o coração.

VITAMINA C – ótimo para a nossa circulação e controle do estresse.

VITAMINA D – ótimo para o sistema imunológico, melhora o humor e disposição.

FERRO – bom para o sistema imunológico.

POTÁSSIO – relaxa a musculatura, previne cãibras, reduz o inchaço e protege os rins.

ANTIOXIDANTE – previne o envelhecimento precoce.

BETA-CAROTENO – que garante um sistema imunológico forte e pele macia.

batata doceBatatas doce são adoçadas naturalmente – elas liberam açúcares naturais lentamente na corrente sanguínea, o que ajuda a garantir uma fonte equilibrada e regular de energia, sem os picos de açúcar no sangue, ligados a fadiga e ao ganho de peso.

Agora que você conhece vários benefícios da batata doce, que tal incluí-la em sua dieta?

Tabela nutricional
Batata doce cozida Batata doce assada Batata doce frita
 Energia 125,1 calorias 143,4 calorias 368 calorias
 Proteínas 1,8 g 1,13 g 2,7 g
 Gorduras 0,70 g 0,12 g 14,60 g
 Carboidratos 27,90 g 34,47 g 60,10 g
 Cálcio 30 mg 28 mg 45 mg
 Ferro 0,7 mg 1,38 mg 1,6 mg

Leia mais…

663

Com a atual busca das pessoas por redução de peso e também em prol da saúde, cada vez mais os fabricantes de alimentos colocam nas prateleiras diversas opções de produtos com menos calorias e menos gordura. São os produtos Diet e Light.

É preciso estar atento para não ser enganado e conhecer bem o que está sendo consumido. Veja as principais diferenças:

DIET
Esse termo é usado nos produtos que não possuem determinado nutriente, que pode ser: o açúcar, o glúten, o sódio, a gordura, etc… Geralmente esses produtos são criados para atender pessoas que possuem alguma necessidade especial e não podem comer esses alimentos, como no caso dos diabéticos ou das pessoas alérgicas a glúten. Vale ressaltar que, a retirada desse nutriente não significa necessariamente que o produto tenha menos calorias. Os fabricantes são obrigados a especificar no rótulo qual substância foi retirada do produto e quantidade de calorias presentes por porção.diet2

LIGTH
Palavra de origem inglesa, que significa “leve”, é utilizada para classificar os produtos que tiveram redução de algum nutriente e/ou calorias. Por lei, para utilizar esse termo, o produto tem que ter uma redução de pelo menos 25% no item, que deve estar especificado no rótulo, e ás vezes, até na embalagem. Esses sim são indicados para aquelas pessoas que querem emagrecer, perder peso ou alimentar-se de forma mais saudável.
barra-de-cereais-trio-light-torta-de-maca-com-24-barras-de-20g-trio-alimentos-2144-4696-G (1)ATENÇÃO
Cuidado, muitas vezes um produto diet pode não ter açúcar, mas para compensar a ausência desse nutriente, o fabricante precisa colocar mais gordura na fórmula. Nesse caso, se a ideia era emagrecer, o resultado vai ser o inverso.

Para saber mais e como deve ser uma alimentação correta e equilibrada, consulte um especialista em nutrição, e sempre leia os rótulos e embalagens para saber o que está sendo ingerindo.

512

Não importa se você correrá 5 km ou uma maratona. Ao final de uma prova ou esforço físico, nosso corpo exigirá cuidados específicos e uma boa alimentação para repor os nutrientes perdidos, ajudar na recuperação muscular e evitar as tão temidas lesões.

Após uma corrida, é muito importante deixar seu corpo se recuperar. Alongue suavemente e considere fazer

uma massagem para ajudar seus músculos a se recuperar. A massagem pode ser realizada em uma clínica esportiva especializada ou mesmo através de uma automassagem. Considere este tempo como recompensa pelo seu esforço.

Confira abaixo as 5 dicas para sua alimentação após um treino ou uma corrida:

P1000797REPOSITOR ENERGÉTICO
Beba um isotônico ou outra bebida esportiva para repor os eletrólitos, o sódio e o potássio que você perdeu durante a corrida.

CARBOIDRATO
Procure comer uma
fruta ou algo com açúcar para começar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e ajuda a recuperação. Quando corremos, utilizamos os glicogênios armazenados no músculo e é preciso repô-los. O ideal é que você não sinta fome após a corrida, é muito importante consumir algo após o treino, para evitar tontura e auxiliar na recuperação.

EVITE EXAGEROS
Evite comer uma grande refeição imediatamente após a corrida. Seu corpo foi fadigado e comer demais pode causar enjoôs. Se for convidado para comemorar seu feito, procure não exagerar até que você esteja seguro que já pode tolerar uma grande quantidade de alimentos.

Crédito foto: Ândrea Possamai

DEVAGAR COM O ÁLCOOL
Provavelmente sua vontade será brindar o seu feito com uma bela caneca de chope, mas esteja ciente de que o álcool causa desidratação e você pode ficar bêbado mais rápido se beber logo após uma corrida. Existem alguns estudos sobre o benefício do malte, que falaremos mais para frente, mas trata-se de um copo de cerveja apenas.

HIDRATAÇÃO
Alguns corredores tem a preocupação de se hidratar apenas na hora da prova, isso e um erro. A hidratação ideal deve ser feita, antes, durante e após a prova. Beba água e bastante líquido, o ideal é que você não beba toda a água que necessita de uma vez só, mas aos poucos, durante todo o dia.

PICT1791

 

Confira 4 vilões das prateleiras

406

Confira 4 vilões das prateleiras

Como vimos no post anterior, a dieta do corredor e uma boa alimentação deve começar no supermercado, na escolha e qualidades dos alimentos, para que, quando estiver com fome, a decisão de se alimentar bem fique mais fácil.

PÃO BRANCO
Os pães brancos são altamente refinados e não recebem os nutrientes de grãos inteiros. O farelo e o gérmen são removidos do pão branco para vida útil mais longa, e com isso, o alimento perde fibra, ferro e vitamina B, essenciais para nosso organismo.

OverweightBISCOITOS
Biscoitos e bolos são produzidos com calorias de açúcar e gordura. Eles não possuem os nutrientes, as vitaminas e os minerais que o corpo precisa para se manter saudável. Se for inevitável, opte pelas versões que rotuladas com baixo teor de gordura, que possua grãos integrais e com baixo teor de sódio.

REFRIGERANTES
As versões tradicionais são recheadas de açúcar e possuem quantidade de calorias equivalentes a de uma refeição. Já as versões diet/light, que embora sejam livres de calorias, possuem ingredientes como corante caramelo e ácido fosfórico e não auxiliam em nada no projeto de vida saudável.

ÓLEOS E MANTEIGA
Evite manteiga e margarinas que contêm gorduras trans. Essa gordura tem sido associada ao aumento do risco de obesidade e doenças cardíacas. Em vez disso, escolha óleos oliva e de semente de uva.

Leia mais…

SOCIAL

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com