Deixe essa DOR DE LADO

Deixe essa DOR DE LADO

4110
Dor de lado corrida Revista Correr

Deixe essa DOR DE LADO

Dor de Lado – Ao iniciarmos qualquer atividade física, como a corrida, por exemplo, o nosso corpo reage ao estímulo que nos é dado a fim de adquirirmos um pouco mais de condicionamento e, consequentemente, proporcionar menos sofrimento para o próximo treino.

Fuja da dor de lado – essa adaptação proporciona aspectos positivos como a melhora no desempenho e o aumento de hormônios, estimulando assim o prazer e bem estar. Entretanto, se for realizado com muita intensidade pode ter o efeito contrário, como a dor, durante e após a realização dos exercícios.
Nesse sentido, a dor deve ser olhada com atenção e cuidado. Vale ressaltar que os exercícios devem ser realizados com o acompanhamento de um profissional habilitado. Ele poderá te guiar pelo caminho mais seguro e menos doloroso.Dor de lado corrida Revista Correr

Para os iniciantes da corrida, a dor mais comum é aquela famosa “dor de lado”. Normalmente ela se manifesta quando começamos a correr, e em alguns casos, quando aumentamos a intensidade.
Várias teses sobre essa dor são estabelecidas, porém sempre devemos olhar como algo mais amplo, mais complexo e que com pequenas mudanças poderemos diminuir muito a sua incidência.

VEJA ALGUNS DOS MOTIVOS PARA
O SURGIMENTO DA DOR DE LADO

Aumento da pressão sobre o fígado

O fígado é o mais pesado órgão da cavidade abdominal e se encontra logo abaixo do diafragma com sua maior porção do lado direito, quando corremos aumentamos a quantidade e intensidade de choques da costela e do próprio diafragma sobre o fígado, podendo gerar dor (principalmente sobre o lado direito) causadas pelo impacto.

Ligamentos peritoneais

Também relacionando os impactos, os ligamentos peritoneais fazem a sustentação dos órgãos aos músculos. Quando há um aumento nesses impactos, esses ligamentos ficam estressados e sensíveis, sendo assim, essa dor pode se estender pelos dois lados do abdome.

Respiração errada

A mais comum e mais frequente citada é a respiração errada. Mas como assim errada?
No inicio do exercício, o seu corpo vai aumentar a frequência cardíaca e também respiratória, quando isso é exigido, o diafragma que faz a movimentação dos pulmões, aumenta a sua velocidade de contração e relaxamento, porém, se você respira de maneira curta e rápida o seu pulmão não consegue expelir todo o gás carbônico que você produziu e com esse resíduo na parte mais inferior dos pulmões somado ao próprio desgaste do músculo em se contrair muitas vezes, ele fica em um meio ácido, gerando essas queimações e dores.

Fraqueza abdominal

Considerando para muitos a corrida como início de qualquer atividade, quando se é exigido em uma corrida o abdome deve fazer a sustentação de todo o tronco, quando ele começa a cansar, há um aumento na queimação e em seguida a dor.

Dor de lado corrida Revista Correr

DICAS PARA DEIXAR A
DOR DE LADO OU TENTAR EVITÁ-LA

Diminua o ritmo

Podendo ser uma escolha dentro do treino, diminua sua velocidade, e perceba se a sua postura está adequada, favorecendo a diminuição de impactos.

Melhore a qualidade da respiração

Aumente o volume de inspiração, e expire de maneira continua. Respire mais lentamente e se possível faça de maneira “par”(conte quantos passos você dá em uma expiração), pois pode ser pressão sobre um lado em especifico.

Não coma muito antes dos treinos

Sabendo que o impacto é um fator relevante para a dor, deixe de comer alimentos muito pesados antes dos treinos, isso aumentará a tração dos ligamentos peritoneais e aumentara o choque nos órgãos.

importante

Lembrem-se sempre que o exercício físico deve ser prazeroso e contínuo para que se tenha melhora nas capacidades, e em caso de persistência na dor lateral, procure um médico.

Por Paulo Salla Júnior – psallajr@uol.com.br

Paulo Salla - Revista CorrerPaulo Salla Júnior é
graduado em Educação física e
Esportes pela USP
(Universidade de São Paulo),
personal trainer e
sócio do estúdio funcional
Personal 360º

LEIA MAIS…
Artigo extraído da Revista Correr (abr-mai/16)